Plantão
Geral

Polícia Militar de Rondônia forma 134 novos cabos

Publicado dia 26/10/2018 às 00h21min
Para Daniel, a criminalidade. ' Rondônia junto com São Paulo e Santa Catarina foram os que mais reduziram o índice de homicídios por 100 mil habitantes.

Em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (25) no Centro de Ensino da Polícia Militar, em Porto Velho, foram formados. The evaluation of course cursing, capitan Adenilson Silva Chagas, a training teve duration de dois meses, na modalidade Ensino a Distância (EaD) dividida em quatro módulos. "A reforma for basic procedures, rever a legislação e preparar muito mais o policial para atender a sociedade. Além disso, o fator motivador pelo fato de estarem sendo promovidos '', disse.

O comandante da PM, Coronel PM Mauro Ronaldo Flores Correa, afirma que uma iniciativa é parte da política de restruturação do quadro organizacional da corporação. '' Muitos policiais com mais de dez anos esperando por galgar graduações ''. The best practice of public law of progress of the year of the progression funcional of the authoria of governor. 

Mais de 2 mil policiais militares de todo o estado participam dos cursos de formação de cabos, da formação de 3 ° grau e da habilitação do trabalho de escritório em breve são iniciados no curso de aperfeiçoamento de oficiais. '' Estamos construindo algo diferente em Rondônia investindo em educação e na formação '', afirma o governador de Rondônia Daniel Pereira.

Para Daniel, a criminalidade. '' Rondônia junto com São Paulo e Santa Catarina foram os que mais reduziram o índice de homicídios por 100 mil habitantes. Estamos criando as condições para sermos mais seguros do Brasil, afirma o governador de casos de implantações recentes no Estado como o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), o uso de equipamentos móveis e o Sistema de Análise Criminal. 

PALESTRA SOBRE OCUPAÇÃO DE CARGOS

Após a formatação dos novos cabos, o governador também participou da gestão do núcleo de gerenciamento de conhecimento da PM MG, tenente Flávia Figueiredo, que foi ao exército militar de Rondônia como um projeto desenvolvido em Minas Gerais que trata de um estudo científico localização das cargas. '' '' Queremos tornar uma Polícia Militar mais científica para se tornarem mais freqüentes? E aqui fazer policiais muito participativos. A Polícia de Rondônia é muito nova se comparada com a nossa que tem 243 anos, tem muito caminho para percorrer e muita chance de progredir '', afirma.

O primeiro público a receber a palestra foram os alunos do Curso de Formação de Sargento (CFS) II. ‘‘Essa formação e todo conhecimento agregado é importante porque o sargento vai estar à frente de tropas, comandando viaturas e será exemplo para cabos e soldados e isso vai refletir em uma população mais protegida’’, avalia o comandante do 3º Pelotão do CFS II, sargento PM Jerônimo Rodrigues Vilar Nunes. O curso começou em agosto com o primeiro mês na modalidade Ensino a Distância (EaD) e com formação prevista para dezembro, 90% dos alunos tem 16 anos de egresso na PM.

‘‘Nós conhecemos a tenente Flávia que é psicóloga e oficial da Polícia Militar de Minas Gerais no ano passado quando eles apresentaram para nós a política de valorização de pessoal que eles tem. Achei muito interessante e a trouxemos para fazer várias palestras para nossos formandos dos muitos cursos que nós temos’’, afirma o governador.

Para ele, essa é uma estratégias para avançar no serviço prestado na área da segurança pública. ‘‘Temos um desafio muito grande e que deve ser construído de forma coletiva que é identificar o talento de cada um. Assim quando tiver que cumprir uma missão não será envolvido qualquer um de forma aleatória, mas aquela pessoa que estão mais preparada e assim todos saem ganhando, o policial por se sentir mais realizado e a sociedade por receber serviço de melhor qualidade’’, afirma o governador.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia